Como cultivar horta na cozinha e ter ervas frescas o ano todo sem esforço

Kitchen Herbs

Eu sempre sonhei em ter ervas frescas na cozinha para que eu pudesse usa-las sempre que quisesse. O problema é que nunca morei em uma casa que tivesse uma cozinha clara.

Acho que ainda não posso dizer que realizei meu sonho de ter uma janela na cozinha, mas pelo menos o layout do nosso apartamento atual permite que a cozinha receba bastante luz.

Além de o nosso apartamento ser “open concept”, temos uma parede completamente de vidro na sala, o que garante bastante luz o dia todo na casa.

Kitchen Garden

Então essa ideia de cultivar um jardim de ervas já estava na minha cabeça há um tempo.

Sábado passado fomos às compras e voltamos com várias mudas: tomate cereja, alface, manjericão tailandês, manjericão roxo, salsinha, pimenta vermelha e alecrim.

KITCHEN GARDEN

Plantei todas as mudas em um vaso e posicionei na bancada da pia, que é a mais próxima da luz.

Eu medi a luz com um aparelho que comprei na Amazon e descobri que nesse lugar a intensidade da luz é média. Não sei se será suficiente, então vou ficar monitorando e se perceber que as plantas não estão satisfeitas com a luz, comprarei uma lâmpada de crescimento.

Eu pesquisei bastante sobre como plantar ervas na cozinha, então queria compartilhar com você as dicas que achei mais úteis:

1. Luz é quase tudo, mas não se desespere

Luz é essencial para todos os seres vivos. Mas para as plantas ela é ainda mais importante. Não tem como crescer nenhuma planta sem luz.

Então muita gente desiste de ter pote de ervas na cozinha só porque o ambiente é escuro.

É claro que se você tiver uma janela enorme e morar em uma região com bastante sol durante o ano, a tarefa de plantar ervas na cozinha fica muito mais fácil.

Kitchen Garden

Mas se você, assim como eu, não tiver esse privilégio, pode usar alguns “truques”.

Se a sua casa tiver um layout aberto, pode ser que você consiga iluminar suas plantas com luz que venha de outros ambientes.

Na minha casa, por exemplo, eu aproveito a luz que vem da sala.

O ideal é você medir a luz para saber o que fazer exatamente. Eu comprei este aparelho na Amazon que mede, entre outras coisas, a intensidade da luz em um lugar específico.


Basta aproxima-lo da área que quer medir e, pronto, ele lhe diz se a intensidade é baixa, média ou alta. Com isso, você pode mover seu pote pela cozinha até encontrar o ponto que – segundo o aparelho – recebe mais luz.

E se você não encontrar uma intensidade de luz satisfatória, considere comprar uma luz de crescimento. Essa luz de LED garante luz para sua planta e acelera o crescimento.

E lembre-se que o sol só bate algumas horas por dia, mas essa lâmpada pode ficar acessa 24 horas por dia, sete dias da semana. O que significa que, para suas plantas de cozinha, é como se não houvesse noite, logo elas crescem o tempo todo!

Resultado: você poderá aproveitar suas ervas mais rápido 😉.

2. Monitore a quantidade de água

A necessidade de regar suas ervas de cozinha varia de caso para caso.

Além de existirem plantas que consomem mais água, a quantidade de regas depende do ambiente, do tipo de solo, etc.

Quem tem experiência (e dom!) cultivando ervas na cozinha ou outras plantas, consegue identificar quando é a hora de regar.

Kitchen Garden

Infelizmente, não sou uma dessas pessoas. Ainda bem que encontrei uma solução para isso.

Lembra do aparelho que mede a luz? Ele também mede a umidade e o ph do solo. Basta enfia-lo na terra e, em segundos, ele lhe avisa se as suas plantas precisam de água.

Simples assim!

3. Água demais também faz mal

Quando a gente começa a cultivar ervas na cozinha, é comum ficar preocupada se as plantinhas estão “com sede” e regar o tempo todo.

Mas você sabia que a maior causa de mortes de plantas de casa é justamente água em excesso?

A dica é prestar atenção no aspecto das suas plantas e relacionar com a quantidade de água que o medidor está indicando.

Por exemplo, quando ainda estiver conhecendo suas ervas de cozinha, não regue-as até perceber que elas começaram a dar sinais de falta de água. Quando chegar nesse ponto, verifique quanto o medidor está marcando e você saberá qual é o nível de umidade que precisa manter para manter sua planta saudável.

Kitchen Herbs

Cuidado!!! Verifique suas ervas de cozinha TODOS OS DIAS para que você possa cuidar delas assim que derem sinais que precisam da sua ajuda.

4. Suas ervas de cozinha também gostam de comer

Lembre-se de fertilizar suas ervas de cozinha uma vez por mês.

Normalmente as terras de cultivo já vem com fertilizantes, mas eles vão sendo consumidos pelas plantas e precisam ser repostos.

Kitchen Herbs

Você pode comprar fertilizantes no mesmo lugar onde comprou suas mudas e terra.

5. Pense quais são as ervas de cozinha ideais para você

É normal a gente se empolgar e sair comprando tudo quanto é muda que vê pela frente.

Mas o ideal é você escolher sabiamente.

Kitchen Garden

Pergunte-se quais ervas de cozinha você consome mais. Ou melhor, abra seu armário que ele poderá lhe dizer quais você compra mais.


Isso é importante porque as ervas precisam ser consumidas regularmente e se você não fizer isso elas irão morrer. Para que você vai cultivar coentro se não o usa nas suas receitas?

6. Paciência, paciência, paciência…

Kitchen Garden

Não adianta, não dá para ter resultados imediatos. O cultivo de ervas na cozinha é um hobby que requer (ou lhe ajuda a ter) paciência.

Encare como uma atividade prazerosa e aproveite o caminho.

Ah, mas você é impaciente demais??? A dica que eu dou é, entre as mudas que for comprar, incluir alguma que já venha pronta para consumo. Assim você terá a recompensa imediata e entenderá o prazer de cultivar ervas na cozinha de casa. Por exemplo, você pode comprar manjericão, salsinha e alecrim.

Se você tiver alguma dica para compartilhar com outros, deixe aqui nos comentários. Adoro aprender coisas novas!


Kitchen Garden

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Loading cart ...