OUTONO EM TORONTO

A Syrah, nossa shar-pei de 5 anos, acabou de chegar do Brasil.

Ela ficou morando com meus pais até que a gente tivesse condições de dar uma boa vida para ela aqui, além de estar mais estáveis com a residência permanente.

Como ela era super bem tratada na casa do avós, confesso que algumas vezes questionei se o melhor não seria deixa-la no Brasil e evitar a viagem longa que ela teria que fazer (ela teve que voar até Amsterdam e de lá vir para Toronto).

Mas no final, o que mais pesou para a minha decisão foi a qualidade de vida que ela teria aqui e nunca podemos dar a ela no Brasil.

Então decidi listar os 5 motivos principais que me fizeram chegar à conclusão de que a Syrah deveria encarar a viagem de cinco dias para estar conosco aqui em Toronto:

1. A temperatura é agradável para os cães

INVERNO EM TORONTO

À primeira vista pode assustar saber que, no inverno, há dias em que a temperatura chega a -40ºC. Mas vale lembrar duas coisas: 1) essa temperatura não acontece todos os dias do inverno e sim esporadicamente e 2) cachorros são muito mais tolerantes ao frio que humanos.

Nos dias em que a temperatura chega a esse extremo você pode encurtar o passeio e ainda usar acessórios criados especificamente para isso, como casaquinhos e botas de neve.

Nos demais, seu cachorro vai simplesmente amar!

Percebemos uma mudança de comportamento drástica na Syrah quando ela chegou: está muito mais ativa que no Brasil. Lá no Rio ela não gostava muito de passear e se arrastava ou até empacava na rua. Aqui ela anda distâncias longas com gosto.

Além de estar mais disposta, percebemos que ela perde menos pelo aqui. No Brasil a casa vivia cheia de pelos e aqui esse problema diminui muito.

2. Há muitos parques para os peludos

WINTER IN TORONTO

Toronto tem mais de 1400 parques públicos!

E além disso, há mais de 50 DOLA (Dog off-leash area), que são áreas preparadas pela prefeitura para que você possa soltar seu cachorro da coleira e deixa-lo correr livre.

Nessas áreas há muitas árvores com sombra e água potável para os bichinhos.

São excelentes lugares para o cachorro se exercitar e socializar com outros cães.

3. Cachorros têm mais direitos que no Brasil

TORONTO NO INVERNO

No Brasil às vezes me parecia que cachorros eram “tolerados”.

Eu concordo que a gente precisa respeitar quem não gosta, mas tem gente que desrespeita dono de cachorro. Acho certo, por exemplo, cachorro usar elevador de serviço. Mas ficava irada quando um vizinho pegava esse elevador e pedia para eu não entrar com cachorro. Ora, suba pelo elevador social então!

Aqui quem define se é permitido ou não ter cachorros são os condomínios e, se for permitido, o seu cãozinho ganha direitos impensáveis no Brasil, como por exemplo, acesso às áreas comuns do prédio como hall, todos os elevadores, etc.

Algumas restrições podem ser aplicadas como áreas fechadas, piscinas, etc., mas no geral seu pet vai ter acesso quase completo.

Vale lembrar que o condomínio não pode fazer distinção de raças ou tamanhos de cachorros e que o dono do imóvel não pode impedir de o inquilino ter um se o condomínio autoriza a presença de animais.

4. Cachorros têm mais deveres que no Brasil

WINTER IN TORONTO

Pode parecer estranho eu colocar “deveres” como uma vantagem, mas sim é.

Quando tudo é organizadinho e tem regras claras, fica mais fácil usar os seus direitos. É melhor saber que a cidade de Toronto limita o número de animais de estimação por residência em 6, por exemplo, do que não ter isso oficializado em nenhum lugar e ter disputas entre vizinhos porque alguém tem quatro animais, certo? Se existe a lei, a regra fica clara.

Outra coisa: para manter um cachorro em Toronto é preciso pagar uma taxa anual de $60 para a prefeitura. Ruim? Pelo contrário! Acho ótimo porque é essa taxa que possibilita a existência dos parques incríveis que temos aqui para passear com os cães.

Resumindo: organização melhora a vida de todo mundo. A gente faz a nossa parte de pagar a taxa e respeitar as regras e a prefeitura se preocupa em melhorar o bem estar dos nossos cachorros.

5. Cachorros podem andar de transporte público

OUTONO EM TORONTO

Eu nunca entendi por que no Brasil – pelo menos nas cidades onde morei – isso não é permitido!

Aqui a prefeitura segue novamente a lógica que dá certo: crie regras, organize tudo que todo mundo fica feliz, né?

Em Toronto, cães podem andar em ônibus, bondes, metrôs e trens. As únicas restrições são: precisa ser fora dos horários de pico (dias de semana entre 6h30 e 10h, 15h30 e 19h) e o cachorro precisa estar com coleira ou em caixa de transporte. Cão em serviço não têm restrições de horários.

Ah e ainda melhor: o peludo não paga passagem!

SHAR-PEISHAR-PEIWINTER IN TORONTOWINTER IN TORONTOWINTER IN TORONTOINVERNO EM TORONTOToronto LifeTORONTO FALLTORONTO FALLToronto

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *